sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Cólicas do lactente


«Serviço de Pediatria do Hospital de São Marcos de Braga
As cólicas dos bebés podem surgir em qualquer idade, embora sejam mais frequentes nos primeiros 2-3 meses de vida.
O que é a cólica?
A cólica é provocada pelos pressão que os gases resultantes da fermentação do leite exercem nas paredes do intestino do bebé.

Como saber que é cólica que o bebé tem?
Quando o bebé tem cólicas, o choro é muito alto e constante, pode durar até 3 horas seguidas e nada o faz parar. Pode também contorcer-se e encolher as perninhas.

O que corrigir?

Se for alimentado a leite materno
Corrigir a técnica de amamentação para que o bebé não engula muito ar e procurar esvaziar completamente a mama. Técnica correcta:
- Estimular o bebé a abrir a boca.
- Introduzir 1 a 2 cm da aréola na boca do bebé.
- Manter os lábios virados para fora.
- Manter o queixo colado às mamas.
- Está correcto se as bochechas do bebé ficarem arredondadas e se se ouvir a deglutição.

Também é conveniente que a mãe tenha cuidado com sua a dieta alimentar: deve evitar ingerir couve-flor, brócolos, couve-de- bruxelas, pepinos, pimentos, chocolate, café, citrinos e alimentos condimentados.

Se for alimentado com leite adaptado
- Verificar o tamanho da tetina e certificar-se de que o leite sai lentamente.
- Colocar o biberão na posição vertical ao dar de mamar.
- Colocar o bebé a arrotar durante 10 minutos.

O que fazer para ajudar o bebé nestas situações?
- Pode tentar dar-lhe um banho morno.
- Não o coloque de barriga para cima.
- Massaje a barriga do bebé: deite-o no colo ou na cama e massaje com a palma das mãos (quentes) de cima para baixo ou no sentido do ponteiro do relógio, pressionando levemente. De seguida, pode também agarrar nos pezinhos do bebé e fazer o movimento de pedalar (bicicleta) 10 a 15 vezes.

Bernarda Sampaio (Hospital de São Marcos de Braga) e Anabela Bandeira (Hospital Geral de Santo António)»

Fonte:Educare
Link:http://www.educare.pt/educare/Opiniao.Artigo.aspx?contentid=1037623119363A1FE0440003BA2C8E70&opsel=2&channelid=0

2 comentários:

Isabel disse...

Gostei muito deste artigo e realmente muitos destes conselhos fazem a diferença. Com a minha filhota costumam resultar sobretudo as massagens na barriguinha, aero om e carinhos.

Vera Jesus disse...

Também axei o artigo muito interessante e concordo contigo Isabel. Desde k o médico da Inês me falou nas gotinhas aero-om fiquei fã!